HISTÓRIAS MAIS OU MENOS BIZARRAS

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: HISTÓRIAS MAIS OU MENOS BIZARRAS

Mensagem por KingEribelle em Sex Out 16, 2009 9:23 am

E não é que o Companheiro Ramos fez uma grande descoberta.!!!
Ó Amigo, registou a patente ???

Senão vejamos;-
Se colocarmos umas tijelas com "boca doce", por exemplo, sobre a lança da caravana, atraímos para lá toda a mosquitada e vemo-nos livres deles.

Vamos experimentar ???

Se der resultado, puxe para si os direitos e autor e registe a patente.
avatar
KingEribelle

Mensagens : 68
Pontos : 78
Data de inscrição : 07/10/2009
Idade : 78
Localização : Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O maravilhoso Pudim

Mensagem por F. Ramos em Sex Out 16, 2009 3:57 am

Olá companheiros

Então aqui vai uma.

Há uns anos, vinte e tal, estava eu a fazer campismo de canadiana e na altura tinha uma Dyanissima, e fui passar ferias para o Parque da Lagoa de Sto André.
Como na altura não havia autorização de luz nas tendas, a nossa luz era velas dentro de uns frasco de vidro e frigorifico era um sonho.

Para o nosso jantar tínhamos feito puré instantâneo e tinha sobrado leite, como não tínhamos frigorifico a minha cara-metade lembrou-se de fazer pudim (boca doce), para gastar o resto do leite. E assim o fez, num fervedor á luz de uma vela.
Depois de já estar feito, o maravilhoso pudim, resolvemos meter as tigelas para arrefecer em cima das rodas da frente da Dyanissima e fomos tomar um café ao bar do Parque.
Quando voltamos ainda pensamos em ir comer o Pudim, mas resolvemos deixar para o outro dia de manha, de manha pudim fresco até nos ia saber muito bem.
De manha quando acordamos, pensamos logo que os pudins estavam ali á nossa espera fresquinhos e que nos iam saber que nem gingas.
Quando pegamos nas tigelas vimos umas coisas escuras dentro do pudim, mas pensamos que o pudim tinha pegado no fundo do fervedor e todos gulosos metemos a colher dentro do pudim.
Na primeira colherada vimos que as coisas pretas também tinham asas e começamos então a ver se víamos o que era aquilo.
Depois de muita procura vimos que as coisas pretas eram mosquitos e outras coisas do género, só queria que vç vissem a quantidade de mosquitos que estava dentro do pudim, parecia que os mosquitos todos do parque tinham ido lá para dentro.
Agora pensem comigo, se na volta do café se tivéssemos comido o pudim, hoje não estaria a contar este episódio e tínhamos dito que o pudim estava uma maravilha.
Conclusão quando fizerem pudim ao ar livre, com uma vela na mão, vejam bem se há umas coisinhas pretas no pudim, é que pode ser mosquitos e outros insectos voadores.

Um abraço a todos

_________________
F. Ramos

Caravanista / Radioamador
avatar
F. Ramos

Mensagens : 1514
Pontos : 1839
Data de inscrição : 20/04/2009
Idade : 50
Localização : Lisboa / Ferreira do Zêzere

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HISTÓRIAS MAIS OU MENOS BIZARRAS

Mensagem por KingEribelle em Sex Out 16, 2009 2:37 am

Aí pelo ano de 1982, numa viagem de férias a Itália na companhia de uma família vizinha, lá seguimos com as respectivas caravanas.
Em Génova, encontramos um peixeiro, com a sua banca em plena rua a vender várias qualidades de peixe.
As senhoras, pararam e, ao examinarem os preços, verificaram que o preço dos linguados era muito baixo em relação aos preços de Portugal.
Sem nenhuma sombra de dúvida, as senhoras apressaram-se logo a comprar linguados. O peixeiro atendeu-as, pesou e embrulhou os linguados e, até aí, tudo bem.
Quando chegou a altura de pagar, o peixeiro exigiu o pagamento de uma importância muito superior àquele que as senhoras presumiam ter de pagar.
Gerou-se a confusão e o homem dizia :- Eto...Eto...
Foi aí que se descobriu o motivo da confusão:- É que o preço afixado para os linguados, não era o preço do quilo mas sim o de, apenas e só de 100 gramas.
Coitado do homem; Lá teve de desembrulhar os linguados e colocá-los novamente na banca (com muito palavreado italiano à mistura).
Actualmente em Portugal, principalmente nas grandes superfícies, já encontramos o preço de determinados artigos reportado também às 100 gramas. Nessa época, para nós, era novidade.
avatar
KingEribelle

Mensagens : 68
Pontos : 78
Data de inscrição : 07/10/2009
Idade : 78
Localização : Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

HISTÓRIAS MAIS OU MENOS BIZARRAS

Mensagem por KingEribelle em Sex Out 16, 2009 2:17 am

É minha convicção que muitos de nós, na actividade de campismo ou caravanismo, passamos já por episódios mais ou menos bizarros ou caricatos, que muitas vezes recordamos.
Então, porque não narrar aqui esses episódios para que todos fiquemos a conhece-los ?? É que o conhecimento desses factos pode servir de escola para todos nós.
Vá lá ...contem.
Eu vou começar.
avatar
KingEribelle

Mensagens : 68
Pontos : 78
Data de inscrição : 07/10/2009
Idade : 78
Localização : Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HISTÓRIAS MAIS OU MENOS BIZARRAS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum